Argentina: Comprar Dólares, pesos ou levar reais?

Seja para Buenos Aires, Córdoba, Patagônia, Salta ou qualquer outro destino, seja para viagem ou intercâmbio, comprar dólares tende a ser o que faz mais sentido.

Em todas as minhas viagens para a Argentina sempre fiquei com esta dúvida, li em muitos lugares que era melhor levar dólares em vez de pesos (e em alguns falam que para Buenos Aires vale a pena levar reais mesmo). Agora finalmente entendi porque vale a pena comprar dólares.

Na minha viagem para Salta (dez/16) eu fiz a pesquisa e os valores eram os seguintes (já com iof):

  • Comprar dolar no Brasil = R$3,525
  • Comprar pesos no Brasil = R$0,30
  • Comprar pesos com dólares na Argentina = US$ 1 = 16,3 pesos (no site do Banco de la Nación)

No fim decidi comprar dólares para ir a Argentina… e foi a melhor decisão!

Chegando na Argentina, encontrei algumas alternativas de conversão de dólar:

  • No aeroporto – US$1 = 15,3 pesos
  • No banco em Salta – US$1 = 15,7 pesos
  • Na esquina, no câmbio paralelo – US$1 = 16,5 pesos

Sendo assim, o preço do Peso em real ficaria:

  • No aeroporto – 1 peso = R$0,231 (ou seja, 23% mais barato que comprar no Brasil)
  • No banco em Salta – 1 peso = R$0,225 (ou seja, 25% mais barato que comprar no Brasil)
  • Na esquina, no câmbio paralelo* – 1 peso = R$0,214 (ou seja, 28,7% mais barato que comprar no Brasil)

Ou seja, até na pior opção de câmbio para o dolar – o aeroporto – ainda é muito melhor que comprar pesos no Brasil.

E na casa de câmbio? No hay… Talvez porque antes o câmbio era limitado na Argentina, quem sabe em breve apareçam casas de câmbio e facilitem a nossa vida.

Update: E o cartão de crédito? Também é melhor que comprar pesos no Brasil. Ainda dei sorte de ter uma valorização do real na época da viagem. O valor no cartão ficaria, já com iof, R$ 0,25 / peso. E ainda ganha milhas =oP

*PS: Eu comprei no Paralelo em Salta e não tive problema. Se quiser ficar mais tranquilo, troque um valor pequeno primeiro, faça uma compras com o dinheiro que o cara te deu, e depois volte no mesmo cara e troque mais. Fazer isso em Salta que é um ovo, é mais fácil, mas sempre dá para perguntar se o cara sempre fica no mesmo lugar 🙂

PS2: BTW, o cara do câmbo paralelo que comprei, ficava em frente a um banco e de cara com a polícia. Vários argentinos me recomendaram comprar com estes caras, então, parece realmente uma prática muito comum.

O ônibus 29 na Av Corrientes - Buenos Aires, Argentina
O ônibus 29 na Av Corrientes – Buenos Aires, Argentina

Mais sobre esta viagem...

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!