Austrália ou Nova Zelândia: Onde fazer seu intercâmbio?

Todas as opções de destino e intercâmbio são incríveis e é certo que será uma experiência única. De qualquer forma, vale a pena ficar atento às principais diferenças e vantagens de cada um.

Austrália ou Nova Zelândia é a comparação comum para intercâmbio de inglês para quem pensa em ou outro. Se você pensou em Austrália, vai passar pela Nova Zelândia, e se pensou em Nova Zelândia vai analisar também a terra dos cangurus.

Na série “Onde fazer seu intercâmbio“, já comparei a Irlanda com quase todos os principais destinos, agora chegou a vez do embate Nova Zelândia ou Austrália. Criei uma lista e comparei os principais temas para os países e depois fiz uma graaaaaaaande tabela resumo comparativa super-master-blaster! 🙂

Espero que ajude na sua decisão, vamos lá!

Preço do intercâmbio e comprovação financeiras

Bom, a primeira coisa a saber é: quanto dinheiro você tem para seu intercâmbio?

Este primeiro aspecto é um dos grandes motivos pelos quais a dúvida do intercâmbio na Austrália ou Nova Zelândia aparece. Os custos são muito parecidos, e não é a toa.

Para usar de valor de referência,  vamos falar de um curso de inglês de 6 meses na Austrália ou Nova Zelândia. Se fizer tudo na opção mais barata

  • Nova Zelândia: Custos R$ 22,000 + Comprovação de renda de R$ 18,000
  • Austrália: Custos R$ 18,500 + Comprovação de renda de R$ 24,000

Estes destinos são mais caros que um curso de 6 meses na Irlanda, visto custo da passagem, que pela distância, é bem mais alto para a Oceania. A outra razão é que os custos dos cursos são efetivamente mais caros quando convertemos para reais.

As exigências de comprovação de capacidade financeira é maior na Austrália que na Nova Zelândia (vide tabela comparativa no fim do artigo). Mas no final, os valores são comparáveis.

Trabalho e custos

Em ambos os países, é possível ter visto de trabalho mesmo estudando inglês. E, nos dois casos, isso só é permitido para cursos de inglês de 6 meses.

A diferença é que na Austrália você pode trabalhar com um curso de 3 meses, enquanto na Nova Zelândia isso só é possível para curso de 6 meses.

Na Austrália, você tem direito a férias para cursos de 3 a 6 meses. 1 mês extra no seu visto (que são as férias). Na Nova Zelândia, só existe férias para cursos de 12 meses ou mais.

Em ambos os países, você pode trabalhar 20h / semana no período de aulas e, no caso da Austrália, 40h/semana no período de férias. Com a renda que você consegue fazer, é possível se manter tranquilamente nos dois, sendo o custo de vida na Austrália mais alto.

Outra dúvida importante, é a dificuldade para arrumar um trabalho. Em nenhum dos dois é muuuito difícil, mas é preciso correr atrás e arrumar formas de ganhar dinheiro no seu intercâmbio. É preciso estar ralar! 🙂

Visto de estudante

Passaporte e os Vistos das Imigrações
Passaporte e os Vistos das Imigrações

Para estudar inglês na Nova Zelândia por até 3 meses, o visto é emitido na chegada ao país. Para a Austrália, você sempre precisará solicitar o visto ainda no Brasil.

Para a Nova Zelândia, o visto para cursos acima de 3 meses você precisará solicitar o visto no Brasil , apresentando formulários, comprovantes de contratação de uma escola e uma comprovar capacidade financeira para a viagem. Depois de tudo isso, terá de esperar até 45 dias úteis para emissão do visto. Ah… para cursos acima de 6 meses, será necessário realizar exames médicos.

Para a Austrália, independente da duração do curso, você precisará solicitar o visto, apresentando formulários, exames médicos, comprovantes de contratação de uma escola e uma comprovar capacidade financeira para a viagem. Depois de tudo isso, terá de esperar até 30 dias úteis para emissão do visto.

Em ambos casos, existe algum risco de ter o visto negado, mas se você cumprir todos os requisitos, dificilmente algo dará errado! 🙂

Quantidade de brasileiros

E ambos países, a quantidade de brasileiros vem crescendo. Ainda longe de ser uma Irlanda, mas principalmente a Austrália vem recebendo cada vez mais brasileiros.

A desvantagem de ter muitos brasileiros, que todo mundo fala, é que se você não se esforçar, talvez fale menos inglês do que deveria. Porém, existem maneiras e maneiras. Por exemplo, quando morei na Irlanbda, fiz questão de viver com irlandeses… Então esta história de não falar inglês no destino porque tem muito brasileiro é uma questão de escolha!

Por outro lado, tem uma vantagem importante: networking. A comunidade brasileira se ajuda bastante. Seja dando dicas e acolhendo os recém chegados, como também indicando um ao outro para vagas de emprego.

A Nova Zelândia acaba tendo menos brasileiros que a Austrália, seja por ter um apelo menor entre os brasileiras, seja porque as condições de visto de trabalho são um pouco mais restritas.

 

Turismo

Vista de Auckland, na Nova Zelândia - Arquivo Pessoal Carla Faki
Vista de Auckland, na Nova Zelândia – Arquivo Pessoal Carla Faki

Por ambos serem ilhas e estarem no mesmo continente, as condições de turismo são similares.

A diferença é que a Austrália, por ser maior em população, tem mais opções de voos. Além disso, é uma país imenso, cheio de atrações.

Por outro lado, a Nova Zelândia é um lugar espetacular para turismo de natureza e para os esportes radicais!

Nos dois casos, que tal passar uma semaninha em Bali? Ou então na Tailândia? Sudeste Asiático?

A briga é boa! Vai realmente do objetivo e gosto de cada um…

Sotaque

A terra dos cangurus é muito conhecida pelo “falam com uma batata na boca”. Quem vai para a Austrália sem falar nada de inglês, demora um pouco mais para entender as coisas, realmente é um sotaque difícil…

Na terra dos All Blacks (e portanto, do Rugby) a história é relativamente diferente… O sotaque na Nova Zelândia é normalmente mais assemelhado ao da Inglaterra.

Em ambos os países, as gírias são bem peculiares… Isso atrapalha um pouco o aprendizado, mas é com certeza uma parte divertida da coisa toda! 🙂

Clima e fuso horário

Na Austrália, o clima é muito similar ao Brasil na maior parte dos lugares (afinal a Austrália é enorme). Isso facilita bastante a adaptação da galera.

Na Nova Zelândia também tem o clima similar ao Brasil, mas no geral mais ameno. Isso facilita bastante a adaptação da galera. Ou seja, no inverno espere (dependendo da cidade) ao próximo de zero graus, e no verão um máximo de 30. Ou seja, nada muuuito diferente do sul e sudeste tupiniquim!

Quanto ao fuso horário tanto Austrália como Nova Zelândia, a diferença é de 12h (dependendo do lugar nas ilhas). Isso é um fator importante para quem quer manter contato com amigos e família no Brasil, ou ainda que quer trabalhar de freelance para empresas brasileras.

Enfim, a conclusão final, a comparação geral Austrália ou Nova Zelândia!

Como sempre, Austrália ou Nova Zelândia vai depender de três coisas fundamentais:

  1. O seu orçamento para o intercâmbio – que neste caso, é parecido
  2. O tempo que vai ficar e se você vai precisar trabalhar para se manter no destino
  3. O que é mais importante para você – turismo, clima, comunidade brasileira etc.

Veja aqui, os motivos porque ir para a Austrália e os motivos para ir para a Nova Zelândia!

Espero que com as informações acima e a tabela abaixo, você esteja pronto para escolher entre estes dois destinos incríveis!

Continue comparando… 

Intercâmbio na Austrália ou Nova Zelândia - Tabela comparativa
Intercâmbio na Austrália ou Nova Zelândia – Tabela comparativa

Veja outros comparativos entre Países:

Pronto para seu intercâmbio? Seja para Austrália ou Nova Zelândia, ou outro lugar, preencha o formulário abaixo e fale com diversas agências de intercâmbio para comparar preços e opções!

Mais sobre esta viagem...

Campos marcados com * são obrigatórios.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora… Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!