Intercâmbio na Austrália: Absolutamente tudo que você precisa saber!

Intercâmbio na Austrália é uma boa ideia não só porque o país é lindo e com uma qualidade de vida incomparável. Fato é que a qualidade de ensino do país e acesso a trabalho são ótimas razões para considerar a terra dos cangurus!

Se você achava impossível passar 1 ano fora, viajando, trabalhando e tudo mais. Vai descobrir que, assim como na Irlanda, com o intercâmbio na Austrália isso é possível!  É um país lindo, com um clima similar ao Brasil e um dos melhores lugares para se viver no mundo!

Quer saber mais?

Leia até o fim e comece a planejar seu intercâmbio!

1 ) Tipos mais comuns para intercâmbio na Austrália

Intercâmbio de inglês é sem dúvida o tipo mais comum na Austrália. Entretanto, muita gente acaba estendendo a sua estadia no país e avançando para outros tipos de cursos.

  • Inglês Geral (General English) – São cursos com duração de 1 semana a 6 meses, com início semanal ou mensal, a depender da escola. Estes cursos são sempre focados em algum tipo de certificação(usualmente IETLS).
  • Inglês Acadêmicos ou para profissionais – São cursos similares ao de Inglês Geral, porém focam em vocabulário de alguma área específica, como por exemplo, inglês para negócios ou para professores de idioma.
  • Cursos técnicos – São cursos complementares em alguma área específica e que não tenham diploma de graduação. Estes cursos tem de 6 meses a 2 anos de duração.
  • Graduação, Pós, Mestrado, Doutorado – Estes cursos tem de 2 a 5 anos similares aos do Brasil, tendo a exigência de pró-eficiência no inglês.
  • Outra opção é a “Graduação Sanduíche”, que permite cursar um semestre ou um ano de sua graduação em uma universidade australiana e utilizar os créditos na sua faculdade no Brasil. Claro que isso depende de uma parceria entre as instituições.
  • Cursos como High-school e Programas de Férias para adolescentes, não são tão comuns no país como nos EUA, Inglaterra e Canadá, mas também existe m opções.

Para entender melhor como funcionam os cursos de idioma na Austrália e em outros países, veja o vídeo abaixo!

2 ) Referências de preços e valores para um intercâmbio na Austrália

O intercâmbio mais comum na Austrália é o de idioma inglês. Muita gente vai para lá através deste tipo de curso e depois estende o visto com cursos técnicos. Para cursos de inglês, os períodos mais comuns são de 1 mês, 3 meses ou 6 meses (que no caso da Austrália, acaba virando 7 meses, por dar 1 mês adicionais de férias).

Como você vai ver na tabela abaixo, o intercâmbio é uma coisa que quanto mais você faz, mais barato fica… O  que é ótima notícia, certo?! 🙂

Por isso que eu sempre digo que quem pode ficar 3 meses, deveria ir para 6 meses logo de uma vez!!! Por conta da reserva financeira que a Austrália exige, normalmente os intercambistas contratam cursos de 3 a 6 meses, e depois renovam quando já estão no país.

Ah, outra coisa… Essas referências de valores estão mais próximas do orçamento mínimo. Ou seja, você pode encontrar cursos de inglês muito mais caros que estes, e os outros cursos certamente também terão valores mais baixos, questão de pesquisar. Cursos técnicos, certamente terão valor acima.

Referências de preços e valores para Intercâmbio na Austrália
Referências de preços e valores para Intercâmbio na Austrália

*Para todos os casos, inclui uma estadia aproximada de 1 mês, pois para cursos de maior duração, você certamente se mudará para outro tipo de residência.

** Este valor você não terá que gastar, mas no processo de visto para a Austrália terá que apresentar comprovações para ter sua entrada no país aprovada. Certamente uma parte deste valor será necessário até que você comece a trabalhar no Austrália (para cursos acima de 3 meses).

3 ) Principais Vistos na Austrália

Passaporte e carimbos de imigração

Exitem praticamente uma dezena de vistos para quem vai para a Austrália. Porém, é importante conhecer os vistos que se aplicam para os estudantes brasileiros, que é o que vou focar aqui.

Beleza?

Vistos de Estudante

  • Até 3 meses de curso: aplica-se para o Visto de Turismo, que possui exigências similares aos de estudos
  • Mais de 3 meses de curso: é necessário visto específico para estudos. Seja para cursos de inglês como para cursos técnicos, as exigências e os procedimentos são similares

O visto terá validade de acordo com a duração do curso, mais um mês de férias no término dos estudos. O estudante ainda terá a permissão de trabalho de 20 horas por semana.

No processo de visto, o estudante deverá apresentar:

  • Formulários de requerimento
  • Cópia do passaporte com validade mínima de 06 meses
  • Confirmação de matrícula (COE – Confirmation of Enrolment), emitido pela escola
  • Seguro saúde obrigatório (OSHC)
  • Comprovação de recursos financeiros para se manter na Austrália
  • Evidências de vínculos e incentivos de retorno ao Brasil
  • Histórico acadêmico e profissional
  • Pagamento da taxa consular
  • Exames Médicos em entes credenciados (Raio-X do tórax e exame de urina)
  • Para cursos técnicos e vocacionais, prova de proficiência em língua inglesa

Documentos adicionais para menores de 18 anos:

  • Autorização de viagem assinada pelos pais, reconhecida em cartório
  • Formulário 1229 devidamente preenchido e assinado pelos pais
  • Documentos de identificação dos pais, com foto
  • Certidão de nascimento do menor
  • Confirmação de acomodação (Welfare Letter), emitida pela escola

Visto de turista

Tem duração máxima de três meses, possibilita estudar no período, mas não dá direito a trabalhar.

Para o visto de turismo é necessário:

  • Formulário de requerimento online
  • Cópia do passaporte com validade -mínima de 06 meses
  • Pagamento da taxa consular
  • Eventualmente precisará apresentar evidências de capacidade financeira para se manter na Austrália, provas de vínculos e incentivo de retorno ao Brasil, e exames médicos com médicos credenciados (Raio-X do tórax e exame de urina)
  • Para menores de idade, assim como no visto de estudante, outros documentos devem ser considerados. Tais como, autorizações autenticadas, formulários e documentação dos pais e do menor.

Visto de trabalho

Para trabalhar na Austrália, existem duas opções:

  1. Como estudante, que acabamos de ver; ou
  2. Como mão-de-obra qualificada (Skilled Migration Program)

Para o segundo caso, você precisa demonstrar capacidades técnicas e proficiência no inglês. Caso passe pelos critérios de exigências e passe no testes, receberá um visto de trabalho e residência definitivo na Austrália.

Existem 3 tipos básicos de Visto Trabalho Austrália neste programa:

Veja aqui a lista de profissões elegíveis para solicitação deste tipo de visto: https://www.border.gov.au/Trav/Work/Work/Skills-assessment-and-assessing-authorities/skilled-occupations-lists/SOL

Se sua profissão está listada aí, os próximos passos, de maneira resumida são:

  1. Se aplicar no processo através de formulários específicos
  2. Comprovar fluência em inglês
  3. Realizar testes técnico-vocacionais do governo australiano

Caso cumpra os requisitos e atinja as notas necessárias nos testes, poderá ter seu visto aprovado pelo governo australiano. Após, você entrará em uma fila de esperá que dependerá: da necessidade em profissionais em sua área, sua pontuação e da cota anual de emissão de vistos.

Outros Vistos 

  • Visto de Negócios – similar ao de turismo, mas focado em quem viaja ao país a negócios – eventos, congressos, reuniões etc.
  • Visto de Trânsito – para ques for fazer escalas ou conexões na Austrália que não durem mais que 72h.

Já decidiu pela Austrália ou ainda está em dúvida?

5 ) Por que fazer um intercâmbio na Austrália? 7 motivos para não deixar dúvidas!

Para mim que fui para a Irlanda, fica fácil dizer… E acho que você vai sair convencido também! 🙂

Opera house-Sydney, Australia-pexels
Opera house Sydney, Australia – Fonte:pexels

I ) Acesso à trabalho (mesmo para cursos de menor duração – 3 meses)

São poucos os países que dão direito a trabalhar – Irlanda, Nova Zelândia e Austrália basicamente. A grande vantagem da Austrália é o acesso a trabalho mesmo em cursos de 3 meses.

Outra vantagem que vejo com os intercambistas que vão para lá é que é relativamente fácil conseguir um emprego. Muitas vezes são trabalhos braçais, mas nada que vá matar ninguém! 🙂

II ) Fácil adaptação: clima, alimentação e tudo mais….

O primeiro ponto que ajuda na adaptação é o clima. Para quem gosta do clima brasileiro, vai encontrar algo similar na Austrália e quase não vai sentir a mudança.

A alimentação por lá não é igual a nossa, mas também tem bastante foco em carnes, batata e outros vegetais. Não é exatamente o mesmo, mas é algo que já temos no nosso dia a dia.

Por fim, a comunidade brasileira (e de outros estrangeiros) e a boa aceitação dos australianos com os estrangeiros é algo que facilita muito a vida para quem está fazendo uma grande mudança na rotina!

III ) Diversidade cultural

A Austrália é foco para intercâmbio de pessoas de vários países do mundo. Além da receptividade australiana que comentei, o fato de ter uma grande comunidade estrangeira ajuda na sua chegada.

Nos primeiros momentos é fácil encontrar pessoas que deixaram tudo para trás e estão sozinhos no país exatamente como você. Por isso, os estrangeiros se ajudam muito.

Depois, conviver com as variadas línguas e culturas é algo impagável e talvez a parte mais importante do seu intercâmbio.

IV ) Qualidade de vida

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico manteve mais uma vez a Austrália com melhor qualidade de vida no mundo!

Se isso não é suficiente, a Austrália é a segunda no mundo em IDH – índice de desenvolvimento humano, ficando atrás apenas da Noruega.

No ranking de cidades da Mercer, seis cidades australianas abaixo estão cotadas entre as 50 melhores do mundo!

  • 10 – Sydney/Austrália
  • 12  -Wellington/Austrália
  • 16 – Melbourne/Austrália
  • 27 – Adelaide/Austrália
  • 29 – Camberra/Austrália
  • 36 – Brisbane/Austrália

Não está convencido 4 com motivos? …então veja mais 3 motivos para fazer seu intercâmbio na Austrália!

V ) Paisagens, natureza e lugares incríveis

Basta jogar no Google images a palavra Austrália e começar a se deliciar. A começar pela paísagens urbanas de Sydney e Melbourne, passando pelas praias de Gold Coast e pelos cangurus e coalas.

Achei esta página aqui com várias fotos que podem te dar uma ideia do que vai ver por lá – http://www.atlasobscura.com/things-to-do/australia/places

Lago Hillier, Austrália - Fonte Atrasobscura.com
Lago Hillier, Austrália – Fonte Atrasobscura.com

VI) Região incrível para fazer viagens estonteantes!

A Austrália é um ótimo hub para quem quer viajar para o Sudeste Asiático, Índia, Japão, Malásia, China, Nova Zelândia e tantos países incríveis!

Além da riqueza cultural na terra dos cangurus, a poucas horas de voo existe uma imensidão de coisas diferentes e bacanas!

VII ) Um país com muita opção de esportes

Famoso pelo Rugby, a Austrália é também terra do Surf. Além disso, tem opções de esportes de inverno!

Bom, mas nem tudo são flores, então….

6 ) Por que NÃO fazer um intercâmbio na Austrália?

I ) Processo de visto longo e “complicado”

Comparando com outros países como  a Irlanda e Malta, o processo de visto da Austrália é complicado. Muitos formulários, custos e o risco de não ser aceito. Além disso, por conta do processo se um pouco mais demorado, planejar um intercâmbio na Austrália requer um pouco mais de tempo que outros destinos.

II ) Preço e comprovação financeira para vistos

Novamente comparando com outros países, os custos dos cursos e da passagem ficam um pouco acima. Porém, o maior ofensor no quesito custos é a comprovação de reserva financeira.  Como falei na parte de custos dos cursos, a comprovação de renda pode chegar quase a R$ 50 mil para quem quer ficar um ano! Não é para qualquer um…

III ) Distância

Eu, pessoalmente, não acho que a distância seja um problema. Porém, tem pessoas que reclamam de duas coisas que podem fazer sentido:

  1. Viagem é muito longa e cansativa, ou então “não gosto de ficar em avião tanto tempo”. Bom, principalmente para quem vai fazer cursos mais curtos isso é bem razoável. Perde-se 2 a 4 dias de deslocamento, se vai fazer um curso de 20 dias, pode ser um problema
  2. Quero receber visitas ou poder dar um pulo no Brasil de vez em quando. Realmente complica um pouco, pois as passagens são mais caras e o deslocamento mais penoso.

 

Sobre a Austrália

A terra dos cangurus (e coalas) é uma ilha gigante, linda e de primeiro mundo. São aproximadamente 23 milhões de habitantes em um território quase do tamanho do Brasil . (Ou seja, quase o mesmo espaço para 85% menos gente!!!).

A capital, ao contrário que a maioria pensa, é Canberra!

Tomada na Austrália
Tomada na Austrália

Outros dados mais chatos:

  • Línguas – Inglês e Gaélico (ninguém fala gaélico na rua, fique tranquilo!)
  • DDD – +353
  • Moeda – Dólar Australiano
  • Voltagem – 220v (com o plug esquisito ao lado)
  • 8 a 13 horas de fuso comparado com horário do Brasil (Brasília) e dependendo do local e horário de verão

 

Principais cidades

Sydney

Milsons point em Sydney, Australia -Fonte Pexels
Milsons point em Sydney, Australia -Fonte Pexels

A principal e mais famosa cidade australiana não tem sua fama a toa. O icônico Opera House é símbolo da cidade que tem ainda muito mais para oferecer como praias na cidade e montanhas a menos de 2 horas da cidade.

Melbourne

Quando o assunto é qualidade de vida e diversidade cultural nada na Austrália se compara a Melbourne! Para quem quer uma mistura de cidade grande, vida noturna e multiplas culturas, definitivamente esta é uma cidade a considerar.

Gold Coast

Gold Coast, Australia - Fonte Pexels
Gold Coast, Australia – Fonte Pexels

Gold Coast e suas 35 praias é um dos destinos favoritos para os brasileiros. O clima é dos mais próximos aos Brasil (principalmente região sudeste).

Uma das capitais do surfe no país, fica a menos de 80 km de Brisbane, a grande cidade mais próxima.

Bribane

Com 2,2 milhões de habitantes é a terceira maior cidade australiana e também famosa pela qualidade de vida e segurança. Ali pertinho, como já falei, fica a região de Gold Coast que é excelente notícia para quem quer dar um pulinho no mar de vez em quando!

Perth

Distante das outras principais cidades do país, pois fica na costa oeste, Perth fica no estado com maior crescimento econômico na Austrália. Também é um excelente reduto de praias com o clima perfeito para quer gosta do mar!

Comece a planejar o seu intercâmbio na Austrália agora!!!

Tudo pronto? Já sabe tudo sobre a intercâmbio na Austrália?

Bom, então agora é hora de planejar seu intercâmbio. Para facilitar a sua vida, criei um esqueminha com o 7 passos para planejar seu intercâmbio e que você pode ver os detalhes de cada passo clicando aqui!

Ou então, preencha o formulário abaixo e receba diversas propostas de diversas agências de intercâmbio especialistas em Austrália, em todo Brasil.

Campos marcados com * são obrigatórios.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!