Irlanda ou África do Sul: Onde fazer seu intercâmbio?

Decidir o destino do seu intercâmbio não é tarefa fácil e para isso vem a série “Onde fazer seu intercâmbio“. Comparamos cada um para vocês saber as principais diferenças e vantagens de cada um.

Irlanda ou África do Sul é uma comparação relativamente comum para intercâmbio de inglês, mas será que são comparáveis mesmo? 

De um lado, a Irlanda é uma opção com direito a trabalhar enquanto estuda e também para quem quer viajar pela Europa. Do outro, África do Sul tem o clima mais agradável para os brasileiros e tem acesso a um tipo de turismo que você só encontra no continente africano!

Fiz uma graaaaaaaande tabela comparativa, para facilitar, e também comparei os principais temas para cada país! 🙂

Espero que ajude na sua decisão, vamos lá!

Preço do intercâmbio e comprovação financeiras

Bom, a primeira coisa a saber é: quanto dinheiro você tem para seu intercâmbio?

Para cursos de menor duração, de um mês, África do Sul e Irlanda tem preços e condições comparáveis na compra de Curso, Acomodação etc. Em termos de preço, a Irlanda tende a ficar um pouco mais em conta que a África do Sul, mas com preços absolutamente comparáveis.

Ja em cursos  de inglês de 3 meses, o custo da África do Sul começa a ficar um pouco maior, 10 a 20%.

Para cursos de maior duração, a comparação já é mais complicada. Além dos custos da África do Sul serem um maiores, para cursos 6 meses na Irlanda o seu visto de estudante de inglês dá acesso ao trabalho. Além disso, o visto de 6 meses na Irlanda, vira 8 meses, por conta dos 2 meses de férias que você “ganha”. Por fim, este tipo de curso é o mais comum e atrativo na Europa para quem quer trabalhar, por isso, tem bastante concorrência, trazendo o preço ainda mais para baixo.

Trabalho e custos

Na África do Sul, apenas cidadãos, residência ou com work permit poderão trabalhar legalmente. A outras opção seria fazer trabalho volunetário, o que é bem comum por lá.

Já na Irlanda, para cursos de inglês geral de 6 meses, você tem direito a trabalhar (20h/semana durante as aulas e 40h nas férias). Para cursos menores de 6 meses, não é possível trabalhar.  Este visto, pode ser renovado até duas vezes.

Na Irlanda, com os rendimentos que você faz em qualquer trabalho (baby sitter, garçom, lavador de pratos) é possível se manter no país e ainda sobrar uma grana para viajar pela Europa nos tempos vagos!

Na Irlanda é relativamente fácil trabalhar (desde que corra atrás das vagas), claro! 🙂

Quanto ao custo de vida em si, África do Sul é similar ao do Brasil, ou até um pouco mais barato.

Visto de estudante

Para estudar inglês na Irlanda em cursos de até 3 meses, não é necessário visto. Para cursos maiores que isso é necessário visto, mas o processo é muito simples. Na chegada à Irlanda você terá que mostrar todos os documentos (carta da escola, passagens, estadia, comprovação financeira etc.) e receberá um visto temporário na entrada. Depois terá que ir até a imigração para tirar o visto definitivo. Se você tiver todos os documentos em mãos, risco de algum problema é quase nulo!

Na África do Sul, não existe necessidade de visto para cursos até 90 dias também. Pelo mesmo motivo: turistas brasileiros tem direito a entrar no país por 90 dias sem a necessidade de visto.

Para os cursos de maior duração, é necessário solicitar o visto ainda no Brasil, no consulado (em SP) ou embaixada(em DF). O processo de visto requer formulários, comprovante de vacinação, entre outros documentos e toma por volta de 8 semanas.

Quantidade de brasileiros

A África do Sul não autoriza o trabalho remunerado de brasileiros (a não ser que tenha work permit) e isso acaba fazendo do país um lugar mais comum para cursos de curta duração. Com isso, a quantidade de brasileiros acaba sendo relativaente pequena no país.

A Irlanda está abarrotada de brasileiros. A desvantagem, que todo mundo fala, é que se você deixar, não vai precisar falar inglês por lá, de tanto brasileiro que tem. Porém, existem maneiras e maneiras. Por exemplo, quando morei lá, fiz questão de viver com irlandeses… Então esta história de não falar inglês por lá, é uma questão de escolha!

Por outro lado, tem uma vantagem importante: networking. A comunidade brasileira por lá se ajuda bastante. Seja dando dicas e acolhendo os recém chegados, como também indicando um ao outro para vagas de emprego.

Por fim, onde houver muitos brasileiros, você precisará de bastante disciplina para estudar e praticar inglês!

Turismo

Para quem quer aproveitar o intercâmbio para viajar pela Europa, Irlanda é fantástica. Já a África do Sul tem um cenário inigualável!

Rinoceronte na África do Sul - Fonte Pexels
Rinoceronte na África do Sul – Fonte Pexels

Com companhias aéreas low-cost (como a Ryanair, Easyjet e outras), viajar para outro país é mais barato que fazer um fim de semana na praia ou no campo aqui no Brasil. Além disso, é possível viajar de trêm com preços ótimos e com uma facilidade incrível!

Na Irlanda, as opções de voos diretos com estas companhias é muito grande.

Já na África do Sul, as opções são mais restritas e mais caras. Porém, onde mais você vai poder ter um contato com a natureza de maneira tão intensa? Só o continente africano pode nos proporcionar isso.

Clima e fuso horário

Trinity College em Dublin, Irlanda
Trinity College em Dublin, Irlanda

Na Irlanda a temperatura dificilmente passa dos 20 graus e o guarda-chuva (ou uma capa de chuva) será seu amigo de todas as horas. Honestamente, para mim (na Irlanda) não foi um grande problema, mas tem muita gente que tem dificuldades para se adaptar.

Diferente do que as pessoas imaginam, a Irlanda é muito fria, dificilmente a temperatura vai abaixo de zero, mesmo no inverno. A parte mais chatinha é mesmo a chuva insistente e bastante vento, dependendo do lugar.

Em Na África do Sul, o clima é bem parecido com sul ou sudeste do Brasil. Com inverno mais seco com temperatura de 10 a 20 graus e verão com chuvas e temperatura de 20 e poucos e a 30 e poucos.

O fuso horário da Irlanda é de 3-5h de diferença para mais, dependendo do horário de verão. Na África do Sul, é de 4-6h.

Sotaque

Todos falam do sotaque Irlandês, mas a bem da verdade é que a maior dificuldade na Irlanda não é o sotaque… E sim, OS sotaques. Para se ter uma ideia, eles falam de sotaque do sul de Dublin e sotaque do norte de Dublin. É uma cidade com menos 600 mil pessoas!!!  Ou seja, a sua dificuldade vai ser se adaptar aos vários sotaques Irlandeses e mais os sotaques das pessoas do mundo todo que vivem lá. Por um lado, é difícil, por outro, depois você vai entender qualquer um! hehe

na África do Sul, o sotaque é complicado por outros motivos. Primeiro é a mistura de dialetos, ou seja, as pessoas falam outra língua nativa e acabam tendo o inglês como segundo idioma, com um sotaque peculiar. Outra coisa é a quantidade de gírias e palavras específicas. Apenas do inglês americano e inglês terem várias palavras diferentes, no geral eles sabem o que uma coisa ou outro significa. Já na África do Sul…

Enfim, a conclusão final, a comparação geral Irlanda ou África do Sul!

Ficando em cima do muro, Irlanda ou África do Sul, não tem certo ou errado.

  1. Os dois se adequam de maneira similar ou orçamento do seu intercâmbio
  2. Se você vai precisar trabalhar para se manter no destino
  3. E o que é mais importante para você – turismo, clima, comunidade brasileira etc.

Veja aqui os 15 motivos para estuda na Irlanda e os 12 motivos para fazer o curso na África do Sul!

Espero que com as informações acima e a tabela abaixo, você esteja pronto para escolher entre estes dois destinos incríveis!

Continue comparando… 

Intercâmbio na Irlanda ou África do Sul - Tabela comparativa
Intercâmbio na Irlanda ou África do Sul – Tabela comparativa

Compare a Irlanda com outros países:

Pronto para seu intercâmbio? Seja para Irlanda ou África do Sul, preencha o formulário abaixo e fale com diversas agências de intercâmbio para comparar preços e opções!

Mais sobre esta viagem...

Campos marcados com * são obrigatórios.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!