Por quer fazer um intercâmbio?

Pode parecer óbvio de início, mas…  o negócio é o seguinte: se você vai fazer um intercâmbio tenha claro um objetivo OU, pelo menos, um motivo. De tudo que vi em Dublin na Irlanda, a coisa mais comum eram pessoas não terem um objetivo concreto, e/ou perderem o foco muito rápido…

Pode parecer esquisito, mas as pessoas arroxam o orçamento, gastam um dinheirão, investem tempo, e por coisas menores e passageiras, perdem o foco! Isso acontece no dia-a-dia… isso acontece no Intercâmbio.

Eu diria que existem quatro tipos de objetivo, dos quais, entendo que o primeiro seja o mais importante e explico o porquê!

Objetivo #1 – Experiência de Vida

Muitas vezes, as pessoas buscam o intercâmbio “apenas” para “mudar os ares”, vivenciar algo novo… e as vezes não tem isso claro, acham apenas que é uma fuga ou qualquer coisa do tipo. O fato é que este objetivo é o mais importante de todos, é o único que é Orçamenato de Intercâmbio_3vitalício e faz parte de qualquer outro objetivo… Se tudo der errado, e não atingir seus objetivos (aprender língua, ganhar dinheiro etc.) vai lhe restar uma experiência de vida INSUBSTITUÍVEL!

Se o seu objetivo é esse, a dica é “simples”: SE JOGUE!! É muito fácil se acomodar, principalmente depois de um tempo, mas EXPERIMENTE, vá a todos lugares, MORE COM UM LOCAL (foto abaixo), fale com todo mundo, participe de tudo, busque eventos grátis, seja voluntário…

O meu objetivo #1 quando fui fazer o intercâmbio, era este.

Objetivo #2 – Aprendizado formal (línguas, graduação, experiência profissional, o que for…)

Este me parece o segundo objetivo mais comum, mas também o mais fácil de perder o foco!!! As tentações são muitas e logo na chegada!!! Um monte de coisa nova, gente diferente e louca para fazer amizades (afinal, todos longe da família e amigos de seus países), festas diárias normalmente a preço mais em conta que no Brasil, etc. E é fato, muita gente perde o foco logo de cara e depois fica difícil recuperar, principalmente se o seu intercâmbio for de curta duração (3 meses ou menos)… É preciso entender e ter maturidade que intercâmbio não é turismo, de novo, principalmente se for de curta duração!

Nunca vou esquecer o caso de uma menina que conheci e tinha ido com o objetivo de aprender o inglês ficando um ano em Dublin. Ao final de um ano, ela estava morrendo de saudade da mãe, e só tinha dinheiro para: OU renovar OU visitar a mãe. No fim, teve que passar mais um aninho na Irlanda, sem ver a mãe. Por isso, se foi para estudar, LEVE A SÉRIO: estude, vá as aulas (sim, as pessoas param de ir à aula), PRATIQUE O TEMPO TODO – more com um local ou pelo menos com outros estrangeiros, finja interessa em uma loja de roupas, em uma loja de automóveis, assista TV, ouça rádio, leia o jornal e livros, pergunte tudo sobre o cardápio no restaurante e assim por diante…  Se for estudar em algum tema específico, VÁ A FUNDO – participe de fóruns, grupos de estudo, tente estágios (mesmo que não remuneradas), faça valer cada centavo!

Eu e o Nial, meu Housemate Irlandês, no Intercâmbio em Dublin.
Eu e o Nial, meu Housemate Irlandês, a caminho da minha festa de despedida no Intercâmbio em Dublin.

Objetivo #3 – Morar o fora para sempre

Planeje com antecedência e comece o trabalho desde o Brasil… Enviando currículos, participando de fóruns no Linkedin, fazendo contatos, e TIRE A BUNDA DA CADEIRA quando chegar no destino. Se for o caso de entregar currículos de porta em porta, FAÇA! Se tiver que participar de eventos gratuitos ou pagos do setor, PROVISIONE DINHEIRO! Ou seja, se este for seu foco principal, não se limite às vagas da internet… Conheça pessoas, trabalhe de forma autônoma (mesmo que seja um blog sobre o assunto – em idioma local), estude ainda mais o assunto, não espere resultados diferentes fazendo a mesma coisa! Se for o caso, pague para uma consultoria local no seu currículo.

Enfim, pense em todas as possibilidades, NÃO SE LIMITE, e guarde dinheiro, e INVISTA sempre que tiver convicção de que é uma boa oportunidade (claro, ninguém está falando para rasgar dinheiro).

Trabalho no local é a chave para conseguir se estabelecer em outro país…. Você pode tentar um casamento, mas aí são outros 500!

Quer saber quanto custa um intercâmbio? Veja agora valores no Simulador de Orçamento de Intercâmbio Online!

Objetivo #4 – Ganhar dinheiro

Talvez pelo fato do Brasil ter melhorado um pouquinho (bem pouquinho mesmo), parece que acaba sendo um objetivo menos comum ou secundário da viagem de intercâmbio. Antes as pessoas viajavam querendo voltar e comprar carro, casa etc. Nesta caso, é mais difícil dizer… O que posso sugerir é: não se limite pelo tipo de trabalho e trabalhe MUITO (um, dois, três empregos), não perca o foco também com festinhas e viagens (deliciosas e imperdíveis, mas…). Foi-se o tempo que em dois ou três anos você conseguia comprar uma casa com o dinheiro de uma viagem destas!

Pronto para fazer seu intercâmbio? Entrei aqui e peça orçamento para nossas agências parceiras!

Mais sobre esta viagem...

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!