5 motivos porque fazer intercâmbio na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um país incrível para visitar, imagine para estudar/morar lá por um tempo! Um país formado por duas pequenas ilhas no sudoeste do Oceano Pacífico (Oceania), aproximadamente 12.220km do Brasil.

Sim é muito longe, podemos colocar uma viagem de aproximadamente 22 horas até lá e por isso você talvez se pergunte porque fazer intercâmbio na Nova Zelânda. Mas digo que vale muito a pena apesar dessa distancia toda. As principais cidades são: Wellington (capital da Nova Zelândia) , Auckland, Queenstown e Christchurch. Cidades na qual atraem intercambistas e turistas do mundo todo durante o todo o ano.

Vou falar agora os 5 motivos que me levaram a fazer intercambio na Terra dos Kiwis !! 🙂

1 – Qualidade de vida

A qualidade de vida na Nova Zelândia é muito alta, a criminalidade é praticamente nula. Segundo site de pesquisas, Auckland está em terceiro no ranking das melhores cidades para se viver em 2017. Os Kiwis presam muito a qualidade de vida, em aproveitar o tempo fora do trabalho. No tempo em que morei lá, eu presencia as pessoas depois do trabalho indo a parques, pegando seus barcos e dando voltas a noite com a família, não trabalhando depois do horário de expediente e nem finais de semana.  Todo o comércio fecha as 17/18hs, restaurante no máximo até as 22 hs, domingo tudo fechado.

O estilo de vida deles é ser saudável, sempre praticando esporte, comendo saudável. Qualidade de vida pra mim, era poder sacar dinheiro na rua tranquila e poder voltar do bar/balada de madrugada sozinha e a pé sem medo.

2 – Esportes radicais

Bungy Jump – Auckland Bridge

Se você é amante de esportes radicais ou quer pelo menos ter uma experiência como essa, então esse é o pais certo para isso.  Nova Zelândia é conhecido por ter todos os esportes reunidos como Bungy Jump, Paraquedismo, Rafting, Escalada, Voo livre, Esqui e Snowboard.

Confesso que não estava nos meus planos pular de bungy jump, até que fui acompanhar um amigo que não queria ir sozinho e adivinha? Acabei pagando e pulando. Não estava com medo até chegar na plataforma e olhar pra baixo, NAO FAÇA ISSO. Estávamos em 8 pessoas e eu por ser a mais leve fui a ultima a pular. Todo mundo que chegava na plataforma, pulava como se não houvesse o amanhã. Na minha vez, fiquei ensaiando pelo menos 10 minutos, até que pulei. Melhor sensação do mundo, indescritível, nunca me senti tão livre. Recomendo. Então aproveitem, são momentos únicos e que fazem a viagem ser inesquecível.

E falando em esportes,  o país é muito conhecido pela seleção Neozelandesa de Rugby , os All Blacks, considerada como a melhor do mundo e por várias vitórias na Copa do Mundo de Rugby. Sua tradição é dançar o Haka antes de cada inicio de partida. Uma dança típica do povo Maori, usada para intimidação no inicio dos jogos.

3 – Estudar e Trabalhar

Se for fazer um intercâmbio curto de até três meses, não é necessário um visto de estudante, mas chegando na imigração e apresentando todos os documentos, será concedido um visto de turismo,  mas em contrapartida você não pode trabalhar, apenas estudar.

Se você pretende ficar mais tempo, por exemplo 6 meses, os estudantes podem trabalhar 20 horas semanais com o visto de estudante. Porém, brasileiros precisam trocar de empregadores a cada três meses.

E uma vez por ano você pode tentar aplicar o visto de trabalho, podendo trabalhar as 44 horas semanais . Esse visto tem data e hora para ser aplicado, a data é divulgada mais para o final do ano. Normalmente acontece no mês de setembro e o visto começa a valer a partir de outubro com validade de 1 ano. Mas tem que ser rápido, pois ele é super concorrido e são vagas limitadas, se esgotando em minutos. Por isso, tenha toda a lista de documentos necessária em mãos para evitar problemas.
Mais informações consulte: https://novazelandiabrasil.com.br/visto/

4 – Fácil de viajar

Nova Zelândia, Fonte-Pexels
Nova Zelândia, Fonte-Pexels

A Nova Zelândia é um país pequeno, o que facilita muito na hora de viajar, principalmente se estiver um carro e/ou uma van. É possível conhecer vários lugares numa única semana.

As paisagens são incríveis, não é a toa que foram gravadas varias cenas dos filmes. O senhor dos anéis, o Ultimo Samurai , As crônicas de Nárnia, o Hobbit, Avatar, X-men Origens, só para alguns exemplos!

Os países mais próximos da Nova Zelândia são Austrália, Ilhas Fiji e Tonga. Tive a oportunidade de visitar Ilhas Fiji no réveillon de 2015 para 2016. Lugar lindo, sensacional e água cristalina. Foi uma viagem rápida, pois Fiji é formados por 332 ilhas, conheci apenas a Capital chamada Nadi , por onde cheguei de avião e depois peguei um ferry (barco) até uma ilha chamada Beachcomber.

5 – Moeda acessível

O dólar Neozelandês é a moeda mais barata entre os países de língua inglesa e não sofre grandes variações. O país é economicamente estável, alem da moeda ser forte. Você acaba estudando em lugar no qual o ensino é de alta qualidade e não precisa gastar um valor absurdo como gastaria em outros lugares… Ou seja, pode usar o dinheiro para fazer outras coisas. 🙂

Isso acabou me ajudando a decidir ir para lá na época, pois o valor que eu pagaria um mês em uma outra escola em outro lugar, eu paguei três meses de escola em Auckland.

Esses são apenas 5 motivos porque fazer intercâmbio na Nova Zelândia, mas tem muitos outros motivos para estudar lá.

Estudar fora é um sonho possível sim, com planejamento, pesquisas e decisões acertadas.

Mais sobre esta viagem...

Campos marcados com * são obrigatórios.

Viaje mais...

...continue viajando!