Seguro Viagem para Intercâmbio ou Turismo – 3 motivos porque contratar

Se você vai passear ou estudar no exterior, esteja certo de que está a cobertura certa para viagem. Além da questão de segurança e saúde, por vezes é requisito obrigatório para a entrada no país de destino.

Contratar um seguro viagem (ou assistência de viagem) às vezes soa como algo opcional. Porém ter um seguro saúde ou um seguro para o seu carro é opcional também? Não queremos pensar no pior, mas também não queremos fazer uma economia mínima e ficar sem apoio em um momento mais crítico. Além disso, para quem vai estudar fora, o Seguro Viagem para intercâmbio é normalmente obrigatório!

O Seguro Viagem representou apenas 1 e 2% dos custos das minhas últimas viagens… Aí eu pergunto: Por este valor, vale a pena risco de ficar descoberto em uma emergência?

Por ordem de importância e frequência, os principais motivos para você contratar um seguro de viagem com uma cobertura razoável:

#1 – Muitos países exigem um seguro viagem na hora do imigração, principalmente para intercambista

Por exemplo, a Comunidade Européia assinou o tratado de Schengen que exige que todo turista (a passeio, trabalho ou estudo) tenha coberturas mínimas. Se você não tiver um comprovante do seguro na entrada ao país, pode ser deportado ou ter que comprar um seguro na hora, obviamente a um preço muito mais alto.

Alguns estudantes, procurando economizar, fazem seguros específicos para um país (como é o caso do seguro governamental na Irlanda). Mas se você estiver estudando na Europa, a chance de você dar um pulinho no país ao lado é enorme. Aí o barato pode ficar caro, pois você pode ser obrigado a comprar um novo seguro.

Outra opção possível, é utilizar o seguro viagem oferecido pelo seu cartão de crédito Platinum. Por vezes, a cobertura é boa, entretanto eles não cobrem perda de bagagem, que no fim das contas é onde mora o maior risco. Para garantir que terá a cobertura do cartão, compre suas passagens com ele. Leve consigo o cartão da compra e o certificado do seguro (emitido no site das bandeiras ou ligando para eles).

#2 – Perda e extravio de bagagem

Quando se faz o intercâmbio ou uma viagem mais longa, é inevitável fazer uma mala que você precisa despachar. Muitas vezes esta mala é quase uma mudança em que se leva suas roupas favoritas e de maior valor – sem contar as comprinhas que vai trazer na volta.

Então um ponto importante para mim é ver a cobertura para perda, atraso, extravio e danos de bagagem. Precisa ter um valor razoável para cobrir o mínimo. Comigo aconteceu uma vez, quando estava viajando a trabalho e tive comprar algumas roupas para passar os dois dias até que a mala chegasse.

Repetindo, os seguros cartões de crédito usualmente não cobrem perda de bagagem, somente possuem o serviço de “procura”. Teoricamente eles acompanham com a cia aérea para garantir que a mala chegue o mais rápido possível ou ao menos seja encontrada. O Seguro Viagem, além de fazer isso, também cobre os custos em caso de atraso, perda, extravio ou dano.

E vale dizer (e observar no gráfico abaixo), que perda de malas não é algo tão incomum assim, principalmente em voos com escala.

Seguro Viagem para Intercâmbio ou Turismo - Extravio e perda de bagagem
Seguro Viagem para Intercâmbio ou Turismo – Extravio e perda de bagagem

#3 – Problemas de saúde

Menos recorrente, mas certamente o mais importante. Quando está em um país de primeiro mundo, sabemos que a saúde pública é normalmente muito melhor que no Brasil. Entretanto, ele só é gratuito para quem paga os impostos por ali – o que não é o caso do turista ou do intercambista.

Se for algo mais sério, com hospitalização ou cirurgia, que precise trazer alguém da sua família para acompanhar ou até te levar de volta para o Brasil, então o seguro pode ser acionado também. Até auxílio funerária eles tem, mas disso não precisamos falar! =o)

Conclusões: quando comprar (ou não) seu seguro viagem

Seguro Viagem para Intercâmbio, SEMPRE!

Países da Europa como Irlanda, Reino Unido e Malta são muito rígidos em relação a isso. De qualquer forma, mesmo que não seja uma exigência, sempre compre, pois o custo é relativamente baixo e a tranquilidade é enorme.

Ah, fique atento… Alguns países, como a Austrália, tem seguros específicos para estudantes. Vale sempre checar as regras de cada destino.

Seguro Viagem para Turimos, Quase Sempre!

Para quem tem seguros viagem pelo cartão de crédito platinum ou similares, pode emitir o seguro diretamente pelos sites das bandeiras (Visa e Mastercard). Caso você não vá despachar bagagem, é uma boa alternativa, pois o seguro é gratuito.

De qualquer forma, a alternativa acima é para poucos, pois pouca gente tem cartões platinum e pouca gente não despacha a bagagem. Sendo assim, sempre avalie a compra do seu seguro viagem e curta seu passeio sem se preocupar!

Leitor I&V tem 15% de desconto no site Segurospromo.com.br. Veja abaixo!

Mais sobre esta viagem...

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Viaje mais...

...continue viajando!